quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Alunos da Rede Municipal de Criciúma conquistam medalhas de prata inéditas na OBMEP

Os alunos Christian Hederson Cypriano da escola Erico Nonnenmacher e Gabriel Domingos Zanoni da escola Jorge da Cunha Carneiro são alguns dos talentos descobertos pelas olimpíadas de matemática. Eles são os primeiros criciumenses a conquistarem medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) que acontece há doze anos.
Gabriel conquistou neste ano medalhas em três olimpíadas diferentes. Ele participa do projeto Clubinho de Matemática da escola onde estuda e recebeu no último sábado, outra medalha de prata da Olimpíada Regional de Matemática, organizada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).  Christian já era medalhista de bronze e sempre participa das competições do Projeto Cubo Mágico. Ambos serão premiados na próxima sexta-feira, no 3º Prêmio ACIC de Matemática. O lema pessoal da secretaria municipal de educação, Rose Reynaud, é que de ação em ação se qualifica a educação. “Acredito que ações pequenas, mas constantes, refletidas e aperfeiçoadas fazem a diferença. Estes são alguns resultados deste ano que nos enchem de alegria e certifica que o trabalho desenvolvido pelos professores e pela equipe da secretaria está no caminho correto,” avalia Rose.
Ryan da Silva De Pieri, da escola estadual Professor Lapagesse  e Vanderval Borges d e Souza Junior do IFSC  receberam medalhas de bronze . Outros 42 alunos receberam Menções Honrosas (25 da rede municipal, 8 da rede estadual e 9 do Instituto Federal de Educação – IFSC).

ANÁLISE DOS RESULTADOS OBTIDOS PELOS MUNICÍPIOS DA AMREC NA OBMEP – OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA DAS ESCOLAS PÚBLICAS 2016.

A 12ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP 2016) é uma realização do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), e promoção do Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC).

Em 2016 aconteceu a sua 12ª edição atingindo quase a totalidade das escolas públicas brasileiras. Essa olimpíada já é a maior do mundo! Para a 1ª Fase foram inscritos na OBMEP 2014 um total de 17.839.424 alunos de 47.474 escolas, localizadas em municípios 99,5 % do total.

A prova da 1ª fase, realizada no dia 7 de junho, era composta de 20 questões objetivas (múltipla escolha) e aplicada nas próprias escolas. Coube a cada estabelecimento de ensino participante fazer a correção das provas dos níveis 1, 2 e 3 (com base em gabaritos enviados pela coordenação da OBMEP) e selecionar cerca de 5% dos alunos com melhor pontuação.

Classificaram-se para fazer a prova da 2ª fase que aconteceu no dia 10 de setembro, aproximadamente 41 mil escolas de todo o país. A prova da 2ª fase da OBMEP teve duração de três horas e era composta de seis questões discursivas, nas quais os alunos deviam expressar de forma clara os cálculos e o raciocínio empregado. A correção foi realizada em duas etapas – a primeira, regional, por professores universitários indicados pela coordenação da Olimpíada, e a segunda, nacional, por um grupo de professores supervisionado pelo comitê de provas da OBMEP.

Os alunos que participaram da 2ª Fase da Olimpíada de Matemática concorreram, em nível nacional, a 500 medalhas de ouro, 1500 medalhas de prata, 4500 medalhas de bronze e até 46200 Menções Honrosas. 


O município de Criciúma continua sem nunca ter sido premiado com medalha de ouro. Conquistou duas medalhas inéditas de prata e recebeu 42 Menções Menções Honrosas.

Alunos de Criciúma que receberam Menção Honrosa na 12ª OBMEP

Nível 1

EMEIEF Jorge da Cunha Carneiro
Ashley Katia Damasio
Ynaia dos Santos Sauter
Mariele Stano Domingos

EMEF Hercilio Amante
Thayna Rios da Silva
Joao Gabriel Dal Magro Nuernberg

EMEIEF Padre Ludovico Coccolo
David dos Santos
Henisse Rafael Concelier

EMEF Dionizio Milioli
Eduardo Verones de Souza

EMEIEF Filho Do Mineiro
Lucas Eduardo Candido Thome

EMEF Angelo De Luca
Vitor Jacinto Damasio

EEB Humberto De Campos
Kayky da Silva Sutil

EEB Joao Dagostim
Tiago Sales Melo



Nivel 2

EMEIEF Jorge Da Cunha Carneiro
Amanda Pizzetti Martinhago
Matheus Potrikus Machado
Matheus Rocha Thomé

EMEF Hercilio Amante
Davi Antunes Ugioni
Emily Speck Natal

EMEIEF Pascoal Meller
Deisy da Silva Munertto
Gabriel Vieira Biehl
Pedro Rafael Floriano Ribeiro

EMEF Erico Nonnenmacher
Gabriel Giuliani Cypriano
Julio Gabriel Vitali Nunes

EMEIEF Padre Paulo Petruzzéllis
Evelin Rodrigues Manoel

EMEIEF José Cesário da Silva
Kevin da Silva Pereira

EMEIEF José Rosso
Gabriela Martins Dagostim

EEF Marechal Rondon
Eduardo Palhano

EEF Joaquim Ramos
Joao Gabriel Cardoso Machado


Nivel 3

IFSC - Campus Criciuma
Bruno Frello Rocha
Joao Gustavo Ferreira
Joao Lucas Miranda Menegasso
Joao Vitor Borba Pereira
Laura Ceolin de Jesus
Luigi Sartor Piucco
Matheus Ricardo Duarte
Otavio Augusto Teixeira Vieira
Patrick de Souza de Sá

CEDUP Abilio Paulo
Vitor Rosa Strasburg
Joao Victor dos Santos Gomes
Luiza Tiscoski Coelho
Amanda Boaventura
Gabriel Goulart Acacio

EEB Rubens De Arruda Ramos

Israel Vicente Nazario

Medalhistas da 12ª OBMEP da Região dos Municípios da Região Carbonífera de Criciúma - AMREC

Medalha de Ouro
Içara
Brener Emanuel Laureth Medeiros da EMEF Tranquilo Pissetti
Luiz Gustavo Fernandes da EMEF Quintino Rizzieri

Lauro Muller
Joao Vitor De Oliveira da EEB Visconde De Taunay

Medalha de Prata

Criciúma
Christian Hederson Cypriano da EMEF Erico Nonnenmacher
Gabriel Domingos Zanoni da EMEIEF Jorge da Cunha Carneiro  

Cocal Do Sul
Carlos Eduardo dos Santos Feliciano da EEF Cristo Rei
Luiz Carlos Possa Bendo da EEF Demetrio Bettiol

Içara
Gabriele Cechinel Rodrigues da EMEF Maria Bitencourt Lodetti
Maria Julia Lemos Ramos da EMEF Quintino Rizzieri
Jenifer Simoni Da Silva da EMEF Maria A. Bitencourt Lodetti
Kauan Mariani Ferreira da EMEF Angelo Zanellato
Silvio Virtuoso Junior da EMEF Maria A Bitencourt Lodetti

Lauro Muller
Yasmin Tezza Bardini da Escola Municipal Hilario Pescador
Nicole Citadin da EEB Visconde De Taunay

Medalha de Bronze

Criciúma
Ryan da Silva De Pieri da escola estadual Professor Lapagesse
Vanderval Borges d e Souza Junior do IFSC  

Cocal Do Sul
Lucas Westfal
da EEF Cristo Rei

Icara
Nicolas Galvao You  da EMEF Mun Quintino Rizzieri
Roniel Serafim Vieira da EMEF Quintino Rizzieri
Ana Julia Goulart Librelato da EEB Prof Maria Da Gloria Silva
Ana Julia Vieira da EMEF Quintino Rizzieri
Guilherme Da Silva de Mello da EMEF Quintino RizzierI

Lauro Muller
Guiacomo Ferreira Bett da EEB Visconde De Taunay 

domingo, 27 de novembro de 2016

Alunos de Criciúma, Içara e Cocal do Sul são premiados em Florianópolis na ORM e ORMM

Escolas e 13 alunos de Criciúma, Cocal do Sul e Içara que participaram da 19ª Olimpíada Regional de Matemática (ORM) e da 6ª Olimpíada Regional de Matemática Mirim (ORMM) foram premiados, em Florianópolis, neste sábado, dia 26. A cerimônia aconteceu na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). “Embora sejam chamadas de regionais, essas olimpíadas abrangem todo o estado. São competições de resolução de problemas de matemática que exigem, de seus participantes, muito mais imaginação e criatividade do que conteúdo. Os estudantes competem individualmente sem formar equipes. Essas olimpíadas são, portanto, voltadas para os estudantes e não promovem competições entre escolas”, explicou o coordenador regional, José Luiz Rosas Pinho.
A ORM iniciou em 1998 como um projeto de extensão da UFSC e, atualmente, participam nove professores do Departamento de Matemática, alunos bolsistas e voluntários. Neste ano cerca de 9000 estudantes de mais de 100 escolas públicas e particulares do estado de Santa Catarina participaram das provas da 1ª fase. Destes, quase 500 estudantes classificaram-se para a 2ª fase e 51 foram premiados com menções honrosas e medalhas.
O Departamento de Matemática criou em 2011 a ORMM, projeto de extensão direcionado para os estudantes do 5° ano do Ensino Fundamental. Neste ano participaram 548 estudantes de 5 escolas de Florianópolis, 3 de Cocal do Sul e uma de Içara. Destes, 42 estudantes também foram premiados.
Felipe Elton Pazini, Luis Cesar Donadel e Mateus Souza Benincá estudam na mesma turma do sétimo Ano da Escola Técnica SATC e também receberão medalhas do 3º Prêmio ACIC de Matemática, no próximo dia 2 de dezembro. “Aqui eu ganhei uma menção honrosa e o Felipe uma medalha de bronze. No prêmio da ACIC vamos receber medalha de ouro. O Luiz ganhou bronze aqui e é prata na ACIC. Estaremos juntos outra vez,” contou Mateus.
A Escola Municipal Jorge da Cunha Carneiro realizou no decorrer do ano o projeto Clubinho de Matemática. As professoras Dulcelena Vitoriano e Karine Mrotskoski trabalharam com 24 alunos do 6º ao 9º Ano, desenvolvendo atividades com foco em geometria e situações-problemas. “O aluno Gabriel Domingos Zanoni, premiado hoje com medalha de prata, junto com outros cinco alunos da escola também será premiado na ACIC. Ficamos muito felizes com o sucesso deles e isso nos motiva a continuar acreditando que podemos ajudá-los a descobrirem suas habilidades e a desenvolverem seus potenciais”, comentou a professora Dulcelena.
Segundo o coordenador estadual da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), Lício Hernanes Bezerra, no próximo ano as escolas particulares também poderão participara desta prova que era exclusiva das públicas. Não haverá mudanças na estrutura da olimpíada e as premiações das escolas particulares e públicas serão separadas. A Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) terá apenas uma fase com objetivo de selecionar os representantes brasileiros nas olimpíadas internacionais.
https://youtu.be/1PhKTPC2ZHE

 Premiados da 19ª Olimpíada Regional de Matemática (ORM)
Criciúma
Escola Técnica SATC: Felipe Elton Pazini Savi (Medalha de Prata), Luis Cesar Donadel e Bruno de Lima (Medalha de Bronze) e Mateus Souza Benincá (Menção Honrosa)
Escola Municipal Jorge da Cunha Carneiro: Gabriel Domingos Zanoni (Medalha de Bronze) e Matheus Potrikus Machado (Menção Honrosa).
Cocal do Sul
Demétrio Bettiol: Luiz Carlos Possa Bendo (Menção Honrosa).
Içara
Escola Quintino Rizzieri: Maria Julia Lemos Ramos (Menção Honrosa)
Premiados com Menção Honrosa na 6ª Olimpíada Regional de Matemática (ORMM)
Cocal do Sul
Escola Demétrio Bettiol: Gabriela Padoin e Miguel Gomes Ricardo Miranda.
Escola Cristo Rei: Cauã Teixeira de Oliveira
Escola José Peruchi: Murilo Pacheco Ribeiro
Içara
Escola Quintino Rizzieri: Lucas Frasson Gabriel

Premiados da XIX Olimpíada Regional de Matemática (ORM) e
 também do 3º Prêmio ACI de Matemática


domingo, 30 de outubro de 2016

Formação: Uso do Software Geogebra


Tema: Uso do Software Geogebra
Data/Horário: 16 de novembro da 8h às 12 h
Local: UNESC - Bloco XXI-C -  Laboratório 19
Ministrantes: Acadêmicos de Matemática (Kamila Vieira Alves e Leandro Uggioni De Souza) acompanhados pela professora Elisa Netto Zanette.
Atenção:
Este encontro será o 7º e último do ano, organizado pelo grupo de professores de matemática que cumprem hora-atividade às quartas-feiras. Estendemos o convite para quem puder se organizar e aos professores de Informática.
A ficha de inscrição foi encaminhada por email.

Este é o trabalho que os ministrantes apresentaram a Feira Regional de Matemática.


sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Projetos de Criciúma receberam Troféu Destaque na 32ª Feira Catarinense de Matemática

O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e a Escola Municipal Hercílio Amante receberam troféus de destaque na 32ª Feira Catarinense de Matemática, realizada em Timbó, nos dias 26, 27 e 28 de outubro. O evento teve a finalidade de incentivar, divulgar e socializar as experiências, pesquisas e atividades matemáticas.
Resolução de problemas envolvendo, por exemplo, calculadora, robô hidráulico, formas geométricas de roupas africanas, um instrumento criado pelo famoso Pitágoras e produção de textos foi o tema orientado pela professora da rede municipal, Sinara Felisbino de Souza. O trabalho iniciado com a parceria de Katiane Pavan Lima e Jussara Fogaça incentivou a pesquisa, construção de materiais e produção de histórias em quadrinhos que exploravam conteúdos de acordo com o nível de conhecimentos adquiridos. “Passamos a enxergar a matemática de outra forma, nosso interesse aumentou e saímos da rotina. Sentimos confiança em apresentar para o público porque eles paravam para ouvir com atenção. Foi uma honra representar nossa cidade expondo o projeto, nestes três dias”, contaram as alunas Mariana Lessa Tomé e Emily Speck Natal.
Técnicas de codificação e decodificação de mensagem foi o assunto dos estudantes Matheus Colle Vieira e Thayse Simões do curso técnico em mecatrônica do IFSC. Os métodos de criptografia visam proteger informações em compras virtuais, transações bancárias e trocas de dados entre empresas. “Procuramos mostrar como matrizes, funções e números primos podem ser aplicados para proteger sites e softwares que requeiram armazenamento e compartilhamento de dados com segurança”, explicou o orientador, Bazilicio Manoel de Souza.

Alunos e professores da Educação Especial, Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e Ensino Superior apresentaram 163 trabalhos oriundos de 57 municípios.